Footer Social Media

Qualcomm é, atualmente, uma das maiores, senão a maior, fabricante de processadores móveis do mundo. Famosa por sua linha de chips Snapdragon, que é usada em muitos smartphones, em 2015 ela promete continuar no topo, especialmente com o lançamento do poderoso processador Snapdragon 810, que deve equipar aparelhos top de linha, como o LG G4 e o Samsung Galaxy S6. Ele está marcado para chegar ainda nos três primeiros meses de w2015. Porém, o site Phone Arena divulgou os planos da companhia para o restante do ano e ele prevê a chegada de mais dois chips de alta performance e mais dois voltados para os aparelhos mid-range.
A partir da segunda metade de 2015 a empresa deverá lançar o Snapdragon 820 e o 815. O primeiro, que será o mais potente, contará com 8 núcleos TS2 de alta performance. Ele também será produzido usando uma litografia de 14 nm. Além disso, ele será realmente o primeiro processador 64 bit da empresa a ter o seu núcleo customizado. Era para o 810 sair com o núcleo customizado já, porém, atrasos no desenvolvimento impediram que o planejamento inicial fossem seguidos à risca.
Além de ter 8 núcleos TS2 de alta performance e ser desenvolvido na arquitetura de 14 nanômetros, o Snapdragon 820 ainda contará com a GPU Adreno 530, suportará as novas memórias LPDDR4, produzidas pela Samsung e também terá o modem MDM9X55 LTE-A Categoria 10, que traz mais desempenho ao se conectar à redes 4G. Importante salientar que o uso da litografia de 14 nanômetros traz muitas vantagens, melhorando o desempenho e diminuindo o consumo energético.
O Snapdragon 820 não será o único chip de alto desempenho a ser lançado na segunda metade de 2015. Segundo o roadmap, a Qualcomm também lançará o Snapdragon 815, que também contará com oito núcleos, mas dessa vez serão quatro cores TS1 e quatro TS2. Ele também trará suporte à memórias LPDDR4 e ao modem MDM9X55 LTE-A Categoria 10. O chip gráfico que virá nesse processador é o Adreno 450, um pouco inferior ao que será usado no Snapdragon 820. Outra diferença é que o Snapdragon 815 será produzido usando-se a litografia de 20 nanômetros.
Mas não é só de chips de alta performance que a Qualcomm vive. O vazamento também revelou que ela planeja lançar quatro processadores intermediários, são eles: Snapdragon 629, 625, 620 e 616. Os dois primeiros (629 e 625) são quase idênticos. Ambos serão octa-cores, usarão a GPU Adreno 418, suportarão memórias LPDDR4 e usarão o modem MDM9X45 LTE-A categoria 10. Além disso, serão produzidos na arquitetura de 20 nanômetros. Infelizmente, não há mais detalhes sobre os núcleos, se serão customizados pela Qualcomm ou se ela vai empregar algo mais genérico.
O Snapdragon 620, por sua vez, usará apenas quatro núcleos setados a uma frequência de 2 e 2,5 GHz. Ele dará suporte apenas à memórias RAM LPDDR3. Porém, se serve de consolo, ele usará a mesma GPU e modem dos chips Snapdragon 629 e 625, ou seja, Adreno 418 e o modem MDM9X45 LTE-A categoria 10. O Snapdragon 616 deverá ser fabricado na arquitetura de 28 nanômetros da SMIC e terá 8 núcleos ARM Cortex A53 trabalhando a um clock de 1,8 GHz a 2,2 GHz. A GPU será a Adreno 408 e ele usará um modem LTE-A categoria 6.
Abaixo, você confere o documento vazado da Qualcomm:

Post a Comment