Footer Social Media

Ime Archibong, diretor de parcerias do Facebook, disse que os desenvolvedores locais vão "revolucionar" a forma com que as pessoas interagem umas com as outras, especialmente em smartphones, e que esta mudança não virá "da Califórnia [sede da empresa]". O executivo fez a primeira palestra após a abertura da Campus Party 2015, nesta terça-feira (3).
A Campus Party 2015, oitava edição do evento de tecnologia e cultura pop e nerd, acontece em São Paulo (SP), no São Paulo Expo, antigo Centro de Exposições Imigrantes, de terça a sábado (8).
Em uma palestra bastante motivacional, Archibong disse acreditar que são as ideias dos profissionais regionais de tecnologia que irão construir as experiências móveis para suas comunidades e para o mundo, e não necessariamente grandes corporações como o Facebook.
"Desenvolvedores locais irão transformar a forma como o mundo irá viver suas experiências. E o papel do Facebook nisso é ajudá-los a construir essas plataformas", afirmou. "Quem irá construir isso? Não seremos nós da Califórnia".
O executivo, que lidera a área do Facebook responsável por parcerias com outros serviços, como Apple e Amazon, citou como exemplo um aplicativo africano. Criado no Zâmbia, o app mostra os direitos das mulheres no país. "Ninguém do Facebook pensaria nisso", disse Archibong. "Esse momento cementou minha crença nos desenvolvedores locais".
Archibong foi à Campus Party 2015 justamente para promover as ferramentas do Facebook que impulsionam e/ou financiam boas ideias de apps como esse. Além da própria tecnologia da rede social, a empresa oferece um programa chamado FB Start, que "encontra e investe em empreendedores que querem construir ideias incríveis", segundo o executivo.
Ele também falou da Internet.Org, iniciativa liderada por Mark Zuckerberg que busca levar a internet a regiões carentes. Segundo Archibong, dois terços da população mundial está offline. E enfatizou: "As ferramentas e os produtos que vão atender a Internet.Org estão sendo feitos por desenvolvedores locais". É hora de colocar a mão na massa.
Abertura
O ministro da Cultura, Juca Ferreira, disse que a Campus Party está relacionada com o futuro do Brasil e "com o país se preparar para os desafios do século 21". Ferreira participou da cerimônia de abertura da Campus Party 2015, nesta terça-feira (3), no São Paulo Expo. O evento vai até sábado (8).
"[A Campus Party] tem uma importância cultural enorme. A cultura do século 21 tem a ver com se conectar em rede e possibilitar a participação de muita gente. A grandeza do evento ultrapassa a quantidade de pessoas e a qualidade da internet", disse o ministro.
Programação
Com foco em ciência, as palestras deste ano terão nomes como o neurocientista brasileiro Miguel Nicolelis, o astronauta Reid Wiseman, da Nasa, e o ator do programa "O mundo de Beakman", Paul Zaloon.
Veja abaixo a programação completa do Palco Terra, o principal da Campus Party 2015. Para conferir todas as atrações do evento, clique aqui.
3 de fevereiro
19h30: Cerimônia de abertura
21h: Ime Archibong - diretor de parcerias estratégias do Facebook
4 de fevereiro
11h30: Gina Gotthilf - gerente de marketing e desenvolvimento internacional do Duolingo
13h: Miguel Nicolelis - neurocientista brasileiro responsável pelo projeto "Andar de novo"
14h30: Shubham Banerjee - jovem criador de uma impressora Braile de baixo custo
15h45: Camille François - pesquisadora de internet e sociedade no Berkman Center
20h: Chris Anderson - autor do livro "A cauda longa"
5 de fevereiro
13h: Paul Zaloom - ator da série "O mundo de Beakman"
14h30: Leo Burd - pesquisador do laboratório de mídias do MIT
15h45: Gary Whitehill - fundador da Entrepreneur Week
17h: John Cioff - professor de Stanford e "Pai do DSL", tecnologia de banda larga
18h15: Matteo Achilli - criador da rede social Egomnia, conhecido como "Zuckerberg italiano"
20h: Reid Wiseman - engenheiro e astronauta da Nasa que já foi ao espaço
21h30: Dado Schneider - professor e palestrante
6 de fevereiro
13h: Jonathan LeBlanc - diretor da área de "developer advocacy" do PayPal
18h15: Matthew F. Reyes - estrategista da NASA e CEO da Exploration Solutions
20h: Adam Howard - artista e especialista em efeitos especiais de Hollywood
7 de fevereiro
13h: Bas Lansdorp - fundador da Mars One, empresa que pretende colonizar Marte
19h: Cerimônia de encerramento
21h: Show de Encerramento

Post a Comment