Footer Social Media

O andador para bebês é um equipamento bastante controverso, mas ainda é bastante vendido no mercado. 

A melhor forma de utilizá-lo ainda não é clara para os consumidores, o que pode trazer consequências ao desenvolvimento da criança.

Os especialistas afirmam que o andador não é recomendado, mas também não é proibido, exceto nos casos em que a criança tenha alguma deformidade ou se o ambiente tiver escadas. 

O ideal é que a criança dê seus primeiros passos sozinha, naturalmente. 

Quando os pais optarem pelo uso do andador, o bebê só poderá usá-lo quando já conseguir manter-se de pé. O uso precipitado do equipamento pode até atrasar o desenvolvimento do caminhar do bebê, deixando-o inseguro. 

Mas o maior risco é de acidentes. Por entender que o bebê está seguro, pais e cuidadores o deixam sem tanta atenção.

Ocorre que, com o andador, a velocidade dos pequenos fica muito maior do que o natural da idade deles. Nesse caso, qualquer objeto no caminho pode fazer o andador tombar, causando lesões. 

Observe cada fase de desenvolimento do bebê como naturalmente deve ser (rolar, sentar, engatinhar e andar), sem querer agir com pressa ou transmitir uma falsa segurança nessa hora.

A beleza está em cada etapa. O melhor é não apressar e deixar tudo fluir naturalmente, não é? ;-)

(Foto: Getty Images)

Post a Comment