Footer Social Media

Temas Abordados

1 – Devemos Estudar A Bíblia Para Ser “Bonzinho?” / 2 – O Que Diferencia o Cristianismo de Todas as Doutrinas de Homens Que Existem ao Redor do Mundo? / 3 – O Que é  a Bíblia? / 4 – A Letra Mata! (?) / 5 – Razões para ler a Bíblia / 6 – A Fé! / 7 – Medo do Inferno! (?) / 8 – Como Devemos Estudar A Bíblia?

1 – DEVEMOS ESTUDAR A BÍBLIA PARA SER “Bonzinhos?”

Frases comuns: “Eu não estudo a Bíblia e nem tenho motivos pra estudar!” – “Estudar a Bíblia não me fará uma pessoa melhor!”. “A Bíblia é apenas um livro!” – “Eu não preciso estudar a Bíblia para ser uma pessoa melhor!”

Quando me deparo com perguntas assim, eu sempre digo: “Ser “bonzinho” dentro dos seus conceitos ou dos meus?” Pois, isto é muito relativo.

Esse é um argumento muito comum de pessoas que vivem arrumando desculpas para não manterem um compromisso sério com o evangelho, principalmente daqueles que não gostam de abandonar seus pecadinhos de estimação.

Infelizmente essas são as frases do engano. Ser uma pessoa “BOA” é sua Obrigação como “SER HUMANO”. E também ninguém precisa de religião ou precisa acreditar em Deus para ser “BOM”, essa é sua obrigação como “SER HUMANO”. Mas, você precisa de Deus para ter a “SALVAÇÃO” da “SUA ALMA!”

Religião não muda o caráter de ninguém e isso TODOS deveriam saber…(E A BIBLIA TAMBÉM MOSTRA ISSO COM DIVERSOS PERSONAGENS BIBLICOS) – Basta Ler a Bíblia!

“Cuidado com os falsos profetas. Eles vêm a vocês vestidos de peles de ovelhas, mas por dentro são lobos devoradores” (Mateus 7:15)

Deus não é religião, Jesus sempre combateu a religiosidade dos fariseus. Inclusive Jesus foi assassinado pelos religiosos. O homem contínua sendo homem independente de religião, as mentes continuam cauterizadas.

“Quando o homem precisa da religião para ser bom, ele não é uma pessoa boa, ele é um cão adestrado!”

Religião é Crença e Não Define Caráter!

Até porque não existe crente mal caráter, o que existe é mal caráter se dizendo ser crente!

Existe o evangélico de bom e mal caráter
Existe o Católico de bom e mal caráter
Existe o Espírita de bom e mal caráter
Existe o Budista de bom e mal caráter
Existe o Candomblecista de bom e mal caráter
Existe o Umbandista de bom e mal caráter

Em todas as religiões, em todos os lugares existem pessoas mal caráter e isso é independente de religião.

É por isso que Deus em Sua Onisciência (sabedoria), julgará a humanidade pelo coração de cada um. Cada um responderá pelas próprias ações cometidas nesta vida.

O problema é que os tolos escarnecem da Fé cristã e generalizam.

O TOLO SEMPRE GENERALIZA – O tolo generaliza tudo, porque lhe falta argumentos para defender o que ele acredita, sem ofender o outro. Em toda classe há extremismo, há pessoas de bem defendendo causas nobres e há vândalos se aproveitando de toda e qualquer situação para manchar a imagem que realmente importa em cada ação.

Por não conseguir fazer distinção, o tolo generaliza tudo aquilo que não compreende como partes de um sistema.

Diz o tolo em seu coração: “Deus não existe”. Corromperam-se e cometeram atos detestáveis…” (Salmos 14:1)

Quer conhecer o tolo? Ele generaliza a sua experiência como ponto de referência.

O errado é odiar todas as rosas só porque algumas tem espinhos!

O Joio e o trigo estão em todos os lugares e muitas vezes frequentam os mesmos ambientes, mas um dia haverá essa separação.

“Então ele deixou a multidão e foi para casa. Seus discípulos aproximaram-se dele e disseram: “Explica-nos a parábola do joio no campo”. Ele respondeu: “Aquele que semeou a boa semente é o Filho do homem. O campo é o mundo, e a boa semente são os filhos do Reino. O joio são os filhos do Maligno, e o inimigo que o semeia é o diabo. A colheita é o fim desta era, e os encarregados da colheita são anjos. “Assim como o joio é colhido e queimado no fogo, assim também acontecerá no fim desta era. O Filho do homem enviará os seus anjos, e eles tirarão do seu Reino tudo o que faz tropeçar e todos os que praticam o mal. Eles os lançarão na fornalha ardente, onde haverá choro e ranger de dentes. Então os justos brilharão como o sol no Reino do seu Pai. Aquele que tem ouvidos, ouça” (Mateus 13:36,43)

Crente = É todo aquele que acredita em Deus; (até o diabo é crente, pois ele também acredita em Deus)

Cristão = É todo aquele que segue os princípios de Cristo e tem seu coração convertido;

Religião = Evangélico, Católico, Espírita, Budistas, Umbandista, Candomblecista, Kardecista, etc…São sistemas e organizações criados por homens. Deus não é religião! A religião mata, separa, cria ódio, gera brigas – a religiosidade é um câncer;

Igreja = (Igreja Física de Concreto) – A Igreja não é um lugar para pessoas perfeitas, nela frequentam pessoas conscientes de que são errantes e pecadoras e que apesar das suas imperfeições, estão em busca de melhora; Na igreja seus membros formam o “corpo de Cristo” e se reúnem com os irmãos da mesma fé para adorar a Deus e aprender mais sobre Ele;

Templo = É o nosso corpo humano. Ele é a morada de Deus. Somos templos vivos e estamos em todas as partes.

(Para Entender Melhor Sobre Esse Assunto de Igreja e Templo – CLICA AQUI)  

2 – O QUE DIFERENCIA O CRISTIANISMO DE TODAS AS DOUTRINAS DE HOMENS QUE EXISTEM AO REDOR DO MUNDO?

Porque o Cristão acredita que o seu Deus é o verdadeiro e o correto? Como saber se sua crença é a certa!

“Se alguém se considera religioso, mas não refreia a sua língua, engana-se a si mesmo. Sua religião não tem valor algum! A religião que Deus, o nosso Pai aceita como pura e imaculada é esta: cuidar dos órfãos e das viúvas em suas dificuldades e não se deixar corromper pelo mundo” (Tiago 1:26,27)

A Fé não deve ser transformado em algo privado, a fé não é um CNPJ

Mas, em relação a Bíblia o Cristão crê que este é o caminho certo, pois qual outra religião vai contra TODOS os desejos imorais da carne? Qual outra religião diz não para muitas coisas que o homem quer dizer sim…?

Você ora? Os muçulmanos também.
Você evangeliza? As Testemunhas de Jeová também.
Você adora? Também os hindus.
Você lê sua Bíblia? Os judeus também.
Você faz viagens de missões? Os Mórmons também.
Você valoriza a família? Da mesma forma os Sikhs.
Você busca auto-aperfeiçoamento? Os budistas também.

Se ser cristão não fosse nada além de manter regras, seguir conselhos e fazer boas ações, não seríamos diferentes de qualquer outra fé. Mas, se o significado do cristianismo for encontrado no que Cristo fez por nós, isso muda tudo.

Ser cristão não é escravidão da tradição, da religião, das regras e do ritual. Ser cristão tem a ver com Cristo: Quem Ele é, o que Ele fez, o que Ele está fazendo e o que Ele promete fazer. É sobre a Sua justiça, Sua vida, Sua morte, Sua ressurreição e Seu retorno iminente. Todas as experiências maravilhosas, realizações intelectuais e ações realizadas pelos cristãos mais bem intencionados, não beneficiam nada se a sua fé não estiver completa e completamente fundamentada no que Cristo fez em seu favor.

É por isso que a verdadeira igreja proclama: Somos salvos somente pela Graça (Favor Imerecido/Misericórdia), somente pela fé, somente por Cristo, somente para a glória de Deus.

“O cristão não acha que Deus irá nos amar porque somos bons, mas que Deus nos fará bons porque nos ama; Assim como o telhado não atrai o sol porque é brilhante, mas torna-se brilhante porque o sol brilha sobre ele.” — C. S. Lewis

Quando você quer se formar em algum curso, o que você faz? Oras, você estuda, pesquisa, pergunta, se aproxima de quem possa lhe ensinar, se informa…com a Bíblia não é diferente. O objetivo do cristão é ser um bom servo, para sempre estar bem preparado e no final ser eleito, ser escolhido. Quem deseja algo estuda e se prepara!

A importância da Bíblia para os cristãos é indiscutível. E não só para os filhos de Deus, mas também para toda a humanidade!

O conhecimento bíblico é necessário para nossa vida, somente por meio dela conhecemos a Deus, pois como o Mestre deixou registrado: “eu sou o caminho, a verdade e a vida, ninguém vem ao Pai, a não ser por mim” (Jo 14:6)

Lendo a Bíblia você entende quais são os princípios e valores de Deus e como deve ser a conduta de um cristão!

Por isso a Bíblia é necessária ao pecador, para conhecer a Deus, ao cristão, a fim de crescer no conhecimento de Cristo e seguir seu modelo de vida, para o servo do Senhor, a fim de ensinar corretamente a Palavra da verdade.

Devemos estudar a Bíblia para conhecermos a Deus e vivermos da maneira que Ele deseja.

Há muitíssimos outros versículos da Palavra de Deus que nos dão motivos para ler a Bíblia diariamente, e não só versículos, mas também princípios, fatos e histórias, assim como a história e vida de Jesus e seus ensinamentos, que por si só já falam tudo.

Você já parou para pensar porque a Bíblia é o livro mais popular do mundo? É porque a Bíblia é a própria Palavra de Deus! Ela tem poder espiritual e é o manual de sobrevivência para todo ser humano. Eu costumo dizer que “o mundo pode não cumprir a Bíblia, mas a Bíblia se cumpre no mundo” e os estudiosos concordam que fatos históricos, geográficos, são verídicos.

A ciência só confirma o que a Bíblia já dizia, até porque a ciência não cria a Lei.

A Lei, no sentido científico, é uma regra com base em algum fenômeno que ocorra com regularidade observada. É uma generalização que vai além das nossas observações limitadas, que, sendo exaustivamente confrontada, testada e validada frente a um amplo e diverso conjunto de fatos (aqui vemos claramente que ela se baseia em FATOS, ou seja, algo que já existe)

Ou seja, a ciência não cria a lei, ela não cria nada, ela apenas descobre algo que já foi criado por uma mente superior (Deus), a ciência só confirma o que já existe 😉

“Para o cientista que viveu por sua fé no poder da razão, a história termina como um sonho ruim. Ele escalou as montanhas da ignorância, está prestes a conquistar o pico mais alto; quando ele se aproxima da rocha final, é recebido por um bando de teólogos que estão sentados ali há séculos.” Robert Jastrow

Observe que aqui a montanha é a mesma, mas são caminhos diferentes, como a face norte e sul de uma delas. De fato enquanto os cientistas lutam para chegar lá, pois eles precisam descobrir as coisas, os teólogos são colocados lá, pois a eles foi revelado o conhecimento. Veja bem, de intuito não é desmerecer a ciência ou as conquistas científicas, a Bíblia não proíbe pesquisas e descobertas, a diferença é que o crente em Deus, não glorifica o homem, para o crente todas as descobertas apontam para a existência de um Criador e projetista de tudo que existe.

C. S. Lewis disse: “Os homens tornaram-se cientistas porque esperavam encontrar leis na natureza e esperavam encontrar leis na natureza porque criam em um Legislador.
A ciência é o escrutínio do mundo natural, portanto a existência de Deus foge de seu escopo; no entanto, há verdades além do método científico”

A Bíblia é a ciência do crente, Ela é a nossa ciência eterna!

Estudando a Bíblia você descobre como o crente se sente diante de Deus…

Um cristão verdadeiro é uma pessoa que quem observa não O entende em todos os sentidos.

  • Ele sente um amor supremo por alguém que ele nunca viu;
  • Conversa familiarmente todos os dias com alguém que ele não vê;
  • Tem a esperança de ir para o céu pelos méritos de outro;
  • Esvazia-se para que possa estar Cheio;
  • Admite estar errado para que possa ser declarado Certo;
  • O Líder é Servo;
  • Desce para que possa ir para o alto;
  • O Último é o Primeiro;
  • O Pequeno é Grande;
  • É mais Forte quando ele é mais Fraco;
  • O Que chora é o que está mais Alegre;
  • O Louco é Sábio;
  • É mais Rico quando é mais Pobre;
  • O Que Perde é o que Ganha;
  • É mais Feliz quando se sente o Pior.
  • Ele Morre para que possa Viver;
  • Renúncia para que possa Ter;
  • Doa para que possa Manter;
  • O Que é Impossível é o Que é Possível;
  • Vê o Invisível, Ouve o Inaudível e conhece o que excede todo o Entendimento…

Parece simples que uma atitude tão pequena (de se dedicar aos estudos bíblicos) possa surtir resultados tão poderosos, mas é verdade! Não basta saber que existe um Deus, é preciso conhecê-Lo. Não basta ler a Bíblia, é preciso compreendê-la.

Não basta ir a igreja é preciso intimidade com Deus através de oração, leitura e confissão da Palavra de Deus! Não existe colheita diferente para quem plantar as mesmas sementes.

Sua vida, sua casa, sua família, seus negócios, seu interior… serão afetados quando você se dispor a tentar algo novo, verdadeiro em Deus!

Deus é como a música: Pode está tocando a mais bela canção, mas se você não tiver sensibilidade, não vai escutar, não vai sentir …Tudo é sintonia.

3 – O QUE É A BÍBLIA? 

QUAL A IMPORTÂNCIA DO ESTUDO BÍBLICO? / QUAL A INFLUÊNCIA DA BÍBLIA NA VIDA CRISTÃ?

A palavra “Bíblia” vem do grego e significa “livro”. Antes de o nome “Bíblia” se tornar comum, era conhecida como “As Sagradas Escrituras”.

A Bíblia é uma carta apaixonada de um Pai, que quer dar ao filhos a alegria da eternidade.

A Bíblia é muito grande e nem sempre é fácil de entender. Mas ler e estudar a Bíblia é muito importante! Se você não entende alguma coisa, existem muitas pessoas e muitos recursos para lhe ajudar.

Infelizmente é comum dentre a maioria das pessoas a falta do hábito de ler e estudar a Bíblia Sagrada. Isso acontece porque, dentre outras coisas, muitos não entendem o que está escrito na Palavra de Deus. E se torna comum ver pessoas dizendo que acreditam em Deus, mas quando confrontadas com seus pecados procuram distorcer o evangelho ao seu favor.

“Porque o Senhor disse: Pois que este povo se aproxima de mim, e com a sua boca, e com os seus lábios me honra, mas o seu coração se afasta para longe de mim e o seu temor para comigo consiste só em mandamentos de homens, em que foi instruído” (Isaías 29:13)

A questão é que a verdade traz a Luz para quem vive na escuridão e a Bíblia é a Palavra da verdade. Onde a Luz chega as trevas são dissipadas e isso incomoda aqueles que gostam de viver na escuridão, no Lodo, na sujeira, na podridão dos pecadinhos de estimação.

“Pois virá o tempo em que não suportarão a sã doutrina; pelo contrário, sentindo coceira nos ouvidos, segundo os seus próprios desejos juntarão mestres para si mesmos. Eles se recusarão a dar ouvidos à verdade, voltando-se para os mitos” (2 Timóteo 4:3,4)

Onde a Luz chega clareia tudo a nossa volta! E Jesus é a nossa Luz “Falando novamente ao povo, Jesus disse: “Eu sou a luz do mundo. Quem me segue, nunca andará em trevas, mas terá a luz da vida” (João 8:12)

No estudo do evangelho você adquire novos hábitos, novos princípios, novos valores. Deixando a prática da imoralidade, da carnalidade e a mente deixa de ser cauterizada.

Ter uma “mente cauterizada” significa ter uma “mente morta e fechada para o pecado; insensível”. O termo cauterização está diretamente ligado á cicatrização. Cauterização mental é a falta de consciência e arrependimento. O que está morto perde a sensibilidade. Uma mente cauterizada é aquela que perdeu sua função, ou seja, a capacidade de raciocinar espiritualmente. Para os seres humanos, ter a consciência cauterizada é resultado do pecado constante, onde de tanto pecar, tudo já se tornou normal, a consciência não o incomoda mais. Eventualmente, o pecado adormece o senso moral de certo ou errado e o pecador torna-se insensível aos avisos da consciência.

(Para Entender Melhor a Respeito Desse Assunto “Mente Cauterizada” – CLIQUE AQUI)

“Pois Deus que disse: “Das trevas resplandeça a luz”, ele mesmo brilhou em nossos corações, para iluminação do conhecimento da glória de Deus na face de Cristo” (2 Co 4:6)

Assim como um dia a terra foi sem forma e vazia e mudou quando Deus chegou, assim também é na vida do crente. “Disse Deus: “Haja luz”, e houve luz” (Gênesis 1:3)

A terra era sem forma e vazia, quando Deus entra na sua vida, tudo passa a ter um sentido, tudo ganha formas, cria-se novos caminhos e o que é vazio passa a ficar cheio. Cheio de amor, de esperança de fé de gratidão, cheio de novas perspectivas, cheio de certeza, cheio de Jesus, cheio do Espírito Santo, Cheio de alegria. É uma felicidade sem igual é uma experiência inexplicável!

É um renovo. Jesus foi chamado o Homem do Renovo “Um ramo surgirá do tronco de Jessé, e das suas raízes brotará um renovo. O Espírito do Senhor repousará sobre ele, o Espírito que dá sabedoria e entendimento, o Espírito que traz conselho e poder, o Espírito que dá conhecimento e temor do Senhor” (Isaias 11:1,2)

E como uma de suas missões, Ele veio para renovar. Na verdade veio nos renovar, ou seja, nos libertar, nos dá nova vida, mudar nossa história, nosso caráter, nosso ser, nossa estrutura. Cristo disse assim: “Santifica-os na verdade; a tua palavra é a verdade” (João 17:17)

É uma renovação de vida!

Acontece que a Bíblia só é revelada aos humildes de coração e não para os que a lê com soberba e arrogância no coração.

“cumprindo-se, assim, o que fora dito pelo profeta: “Abrirei minha boca em parábolasProclamarei coisas ocultas Desde a criação do mundo” (Mateus 13:35)

Deus é Onisciente (Sabe de todas as coisas)Ele esquadrinha o coração e a mente e sabe perfeitamente quando a pessoa tenta saber a respeito Dele com soberba e arrogância para depois zombar e desdenhar da Sua Palavra “E aquele que sonda os corações conhece a intenção do Espírito, porque o Espírito intercede pelos santos de acordo com a vontade de Deus” (Romanos 8:27)

Deus mora no coração e para achar Ele você deve consultar seu coração – olhar para dentro de sí com humildade e você o achará!

Essa é a diferença entre cristãos e ateus. O cristão que “ESTUDA” a Bíblia e o ateu que apenas “LÊ”. O estudo bíblico envolve pesquisas de povos, culturas, costumes, épocas, traduções, linguagens simbólicas  (metáforas),reflexões, geografia, história, poemas, arqueologia, química, física, matemática, ciência. Fala do que é material e do que é espiritual. Ela fala do ontem (passado) do hoje (presente) e do amanhã (futuro). A Bíblia é completa! – VEJA AQUI é só escolher um tema para estudar!

Deus sonda e Ele sabe quando a pessoa analisa a Bíblia, com a intenção de zombar da Sua Palavra e este NUNCA entenderá a Bíblia pois não saberá discernir espiritualmente. Deus rejeita os soberbos.

“(…)Por isso diz a Escritura: “Deus se opõe aos orgulhosos, mas concede graça aos humildes” (Tiago 46)

E ficará como muitos que vemos em seus comentários insolentes, são néscios (néscio significa desprovido de conhecimento) que demonstram seu analfabetismo fucional. (Analfabetismo Funcional é a incapacidade que uma pessoa demonstra ao não compreender textos simples)

“Eu sou o Senhor que sonda o coração e examina a mente, para recompensar a cada um de acordo com a sua conduta, de acordo com as suas obras” (Jeremias 17:10)

No ego/orgulho destas pessoas nos deparamos pessoas que agem de “má fé”. São pessoas que praticam o absurdo de “DESCONTEXTUALIZAR” a Bíblia só para defender a própria ignorância e levar junto com eles uma leva de pessoas que só estão caçando desculpas esfarrapadas para não deixar de viver em suas carnalidades.

“Aproximem-se de Deus, e ele se aproximará de vocês! Pecadores, limpem as mãos, e vocês, que têm a mente dividida, purifiquem o coração” (Tiago 4:8)

Pessoas assim fazem descontextualizações de textos para defender o ego de quem usa de pretextos para excluir contextos.

A Bíblia é um LIVRO e todo livro tem Começo, Meio e Fim. A Bíblia não é feita de versículos Isolados!

TEXTO fora de CONTEXTO vira PRETEXTOpara HERESIAS!

“Agora, porém, vocês se vangloriam das suas pretensões. Toda vanglória como essa é maligna” (Tiago 4:16)

E com isso nos deparamos com o TOLO que sempre generaliza. 

Querer criticar a Bíblia sem ter estudado ela…é a mesma coisa que chegar em um hospital e querer ensinar o médico a fazer a cirúrgia (QUEM ESTUDOU FOI ELE, NÃO VOCÊ!)

Não seja NÉSCIO, antes busque CONHECIMENTO! “Todo homem prudente
age com base no conhecimento,
mas o tolo expõe a sua insensatez” (Provérbios 13:16)

Deus não precisa de advogado para defesa de Seu evangelho e nem para defender Ele. A Bíblia nunca entra em contradição. Não é Deus quem será julgado.

O problema é que o vaso orgulho quer afrontar o oleiro, é a criatura se achando melhor que seu Criador, o filho se achando melhor que o Pai.

Quem é o barro para questionar o oleiro?

“Mas quem é você, ó homem, para questionar a Deus? “Acaso aquilo que é formado pode dizer ao que o formou: ‘Por que me fizeste assim? ’” (Romanos 9:20)

“Ai daquele que contende com seu Criador, daquele que não passa de um caco entre os cacos no chão. Acaso o barro pode dizer ao oleiro: ‘O que você está fazendo? ’ Será que a obra que você faz pode dizer: ‘Ele não tem mãos? ’ (Isaías 45:9)

Deus não deixará de ser Deus se você acreditar ou não Nele. Ele não depende do homem para nada, não é Ele quem serve ao homem e sim o homem quem deve servir ao seu Criador.

O Estudo Bíblico:

A Bíblia se estuda para conhecer Deus e entender Seus planos de Salvação na vida do homem.

Para o Cristão a Bíblia é o livro das leis de Deus é o Livro da Constituição do Cristão é ela que nos leva a ter os requisitos necessários para pegar o passaporte para a entrada da Pátria Amada de Deus. Ela direciona os Cristãos ao País Celestial que será a Nação de Deus. A Bíblia é a Bússola do cristão!

Temos a Bíblia como única regra de fé e prática. Jesus quando esteve no mundo, Ele pregava o arrependimento. Portanto, a base de todo cristão deve ser o arrependimento em Cristo Jesus.

O apóstolo Pedro disse que devemos desejar ler a Bíblia como um bebê deseja beber leite: “Como crianças recém-nascidas, desejem de coração o leite espiritual puro, para que por meio dele cresçam para a salvação, agora que provaram que o Senhor é bom” (1 Pedro 2:2,3). A Palavra de Deus é um alimento espiritual.

Assim como um bebê precisa de leite para sobreviver e crescer, nós devemos nos alimentar da Palavra de Deus para sobrevivermos às guerras que enfrentamos no dia a dia.

O estudo bíblico é o modo de conhecer a revelação de Deus. O Estudo Bíblico é algo muito antigo, este foi um meio utilizado pela igreja primitiva para a divulgação do evangelho cristão e para fortalecer a fé dos convertidos. Através dos ensinamentos, eles seguiam os passos de Jesus e acreditavam que as Palavras da escritura os levariam ao encontro de Deus.

A Palavra de Deus é alimento para nossa alma, para nossa saúde espiritual. Por isso é tão importante que nós levemos o estudo bíblico a sério e buscamos compreender, já que a Bíblia é o registro da Palavra do Pai. As razões para estar perto de Deus e ler a Bíblia são pessoais, uns vão a procura de Deus por amor e outros só vão pela dor.

Entendam! Aquele que tem Jesus no coração ajuda o próximo independente de crença e religião, isso é obrigação de todo ser humano. Ninguém estuda a Bíblia para ser uma pessoa melhor, a Bíblia se estuda para conhecer mais de Deus e de Seus Planos de Salvação na vida do homem.

Visando o relacionamento pessoal e verdadeiro com Deus, temos vários motivos para estudar a Bíblia que se você não caminhar com eles dia a dia, vai ficar perdido e achar que a leitura Bíblica é algo sem importância alguma. Não basta apenas só ler, estudar e saber das coisas de Deus, você também deve praticar tudo o que aprendeu.

Estudar a Bíblia responde muitas das dúvidas comuns que surgem no decorrer da vida.

Ler a Palavra de Deus todos os dias é indispensável para todo bom cristão, pois nela temos o exato modelo de vida que precisamos seguir, lembra do que está escrito em Oseias 4:6?

O meu povo foi destruído por falta de conhecimento; porque tu rejeitaste o conhecimento, também eu te rejeitarei, para que tu não sejas sacerdote diante de mim; visto que te esqueceste da lei do teu Deus, também eu me esquecerei de teus filhos.

Notou no texto acima que aqueles que rejeitam ler e estudar a Palavra de Deus acabarão por ser rejeitados por Ele também, e automaticamente atrairão destruição para suas vidas?

Aqueles que estão caminhando na igreja, mas são relaxados no seu relacionamento para com Deus, viverão sempre sem encontrar motivos para ler a Bíblia, e andarão sempre sem conhecimento.

E vemos isso quando muitos falam que acreditam em Deus, mas que não conhecem e nem seguem Suas Leis e automaticamente não andam em retidão. “Este povo me honra com os lábios, mas o seu coração está longe de mim” (Mateus 15:8)

Deus quer que seu povo seja sábio e sensato! Mas, como poderia ser assim se não nos dispormos a aprender de Sua Palavra?

“Vós errais, não conhecendo as escrituras, nem o poder de Deus. (Mateus 22:29)

Deus Se revelou a nós através da Bíblia, é a partir deste livro que nós tiramos os referenciais a respeito de Deus, do homem e do mundo que nos cerca. Deus nos deu este livro, e Ele espera que nós o leiamos e o estudemos. Sendo a autorrevelação de Deus, a Bíblia deve ser nosso objeto de estudo, meditação e análise. “Examinais as Escrituras, porque vós cuidais ter nelas a vida eterna, e são elas que de mim testificam” (João 5:39)

Quando nós  dizemos que a Bíblia é a revelação de Deus, queremos dizer que é a através dela que Deus Se revelou a nós. O termo revelação de Deus não quer dizer que Ele vai nos dar novas revelações, pois Ele já nos revelou tudo que precisamos saber e O registrou nas páginas da Escritura “Ora, a fé é a certeza daquilo que esperamos e a prova das coisas que não vemos. Pois foi por meio dela que os antigos receberam bom testemunho. Pela fé entendemos que o universo foi formado pela palavra de Deus, de modo que o que se vê não foi feito do que é visível” (Hebreus 11:1)

4 – A LETRA MATA! (?)

Argumentos para não estudar a Bíblia, além de muitos descrentes que argumentam isso outro fato que infelizmente existe de forma totalmente errônea (principalmente no meio cristão), em que alegam que não se deve estudar a Bíblia pois a Letra mata (???)

Diante de argumentos assim, ficam algumas perguntas: “Precisamos realmente estudar a Bíblia ou devemos apenas lê-la?”, “Será que precisamos ser ensinados por alguém?” Infelizmente, muitas igrejas e líderes não incentivam o estudo da Bíblia e até dizem que buscar muito conhecimento da Palavra é prejudicial.

Oi? Como uma Palavra viva que te alimenta e te faz crescer, pode te matar? (Isso não tem lógica!)

Este tipo de argumento vindo de criaturas descrentes do mundo, até dá pra entender, mas isto vindo de cristãos é inadmissível.

Isto é contradizer o que o Próprio Jesus orientou: “Examinais as Escrituras, porque vós cuidais ter nelas a vida eterna, e são elas que de mim testificam;” (João 5:39)

Hoje em dia as pessoas querem só viver do que a Bíblia CONTÉM, só viver de revelação de profecias de bênçãos matérias e a alma e o arrependimento NADA!

No final viram membros papagaios e só ficam repetindo tudo que falam ou só ficam igual a passarinho no ninho se alimentando somente do que colocam na boca deles. E ficam sujeitos a serem guiados por cegos, colocando em risco a própria salvação. “Deixem-nos; eles são guias cegos. Se um cego conduzir outro cego, ambos cairão num buraco” (Mateus 15:14)

Satanás existe desde o princípio, sabe tudo, imagina o que ele não faz com quem não conhece as escrituras?

Definitivamente isso não tem lógica e nem respaldo Bíblico!

Mas, Afinal o que Significa a LETRA MATA?

Algumas pessoas afirmam que é errado estudar cuidadosamente as Escrituras, pois 2 Coríntios 3:6 diz que “a letra mata, mas o Espírito vivifica”. Mas será que esse versículo está realmente ensinando que não devemos estudar a Bíblia? Vejamos o versículo completo:

“Ele nos capacitou para sermos ministros de uma nova aliança, não da letra, mas do Espírito; pois a letra mata, mas o Espírito vivifica.” (2 Coríntios 3:6)

Aqui é mais um caso de leitura de versículos isolados, descontextualizando textos. Aqui o apóstolo Paulo está mostrando o contraste entre a Antiga e a Nova Aliança.

Neste texto, o Apóstolo afirma que a Antiga Aliança dada por meio de Moisés, não tem mais validade, pois foi substituída pela Nova Aliança de Jesus Cristo.

Ele Paulo citou a “letra” se referindo à lei da Antiga Aliança (Dez Mandamentos). Ele quis mostrar que a lei tem o papel apenas de condenar, mas ela não pode dar vida. A lei apenas nos revela o quanto somos pecadores, porém, o Espírito Santo é capaz de mudar o nosso coração e nos conduzir a Cristo.

“Agora, porém, o ministério que Jesus recebeu é superior ao deles, assim como também a aliança da qual ele é mediador é superior à antiga, sendo baseada em promessas superiores. Pois se aquela primeira aliança fosse perfeita, não seria necessário procurar lugar para outra. Deus, porém, achou o povo em falta e disse: “Estão chegando os dias, declara o Senhor, quando farei uma nova aliança com a comunidade de Israel e com a comunidade de Judá. Não será como a aliança que fiz com os seus antepassados quando os tomei pela mão para tirá-los do Egito; visto que eles não permaneceram fiéis à minha aliança, eu me afastei deles”, diz o Senhor. “Esta é a aliança que farei com a comunidade de Israel depois daqueles dias”, declara o Senhor. “Porei minhas leis em suas mentes e as escreverei em seus corações. Serei o Deus deles, e eles serão o meu povo. Ninguém mais ensinará ao seu próximo nem ao seu irmão, dizendo: ‘Conheça ao Senhor’, porque todos eles me conhecerão, desde o menor até o maior. Porque eu lhes perdoarei a maldade e não me lembrarei mais dos seus pecados”. Chamando “nova” esta aliança, ele tornou antiquada a primeira; e o que se torna antiquado e envelhecido, está a ponto de desaparecer” (Hebreus 8:6,13)

“letra” aqui significa os mandamentos escritos em “tábuas de pedra”– “Vocês demonstram que são uma carta de Cristo, resultado do nosso ministério, escrita não com tinta, mas com o Espírito do Deus vivo, não em tábuas de pedra, mas em tábuas de corações humanos” (2 Coríntios 3:3), ou seja, os mandamentos da Antiga Lei Mosaica “Disse o Senhor a Moisés: “Suba a mim, ao monte, e fique aqui; e lhe darei as tábuas de pedra com a lei e os mandamentos que escrevi para a instrução do povo” (Êxodo 24:12)

“Quando o Senhor terminou de falar com Moisés no monte Sinai, deu-lhe as duas tábuas da aliança, tábuas de pedra, escritas pelo dedo de Deus” (Êxodo 31:18)

E o “Espírito” representa a “Nova Aliança” de Cristo, revelada através do Espírito Santo e escrita em nossos corações “O ministério que trouxe a morte foi gravado com letras em pedras; mas esse ministério veio com tal glória que os israelitas não podiam fixar os olhos na face de Moisés por causa do resplendor do seu rosto, ainda que desvanecente. Não será o ministério do Espírito ainda muito mais glorioso?” (2 Coríntios 3:7,8)

Na mesma carta, Paulo enfatiza a importância da Palavra revelada por Cristo. Ele destaca o valor da palavra de Deus “Antes, renunciamos aos procedimentos secretos e vergonhosos; não usamos de engano nem torcemos a palavra de Deus. Pelo contrário, mediante a clara exposição da verdade, recomendamo-nos à consciência de todos, diante de Deus” (2 Co 4:2), da verdade, do conhecimento da glória de Deus “Pois Deus que disse: “Das trevas resplandeça a luz”, ele mesmo brilhou em nossos corações, para iluminação do conhecimento da glória de Deus na face de Cristo” (2 Co 4:6) e da liberdade “Ora, o Senhor é o Espírito e, onde está o Espírito do Senhor, ali há liberdade” (2 Coríntios 3:17)

Portanto, devemos, sim, estudar as Escrituras, seguindo o exemplo dos bereanos: “Os bereanos eram mais nobres do que os tessalonicenses, pois receberam a mensagem com grande interesseexaminando todos os dias as Escrituras, para ver se tudo era assim mesmo” (Atos 17:11)

(Para Entender Melhor Essa Explicação de Nova Aliança e Velha Aliança (Lei e Graça) – CLICA AQUI)

Por isso é tão importante estudarmos a Bíblia e não sermos prejudicados por falsos ensinos usados fora do contexto. Ao estudar a Bíblia, você conseguirá viver a vida abundante que Jesus conquistou para você.

Outra observação é quando também dizem que não precisa estudar pois o Espírito Santo nos guia.

Quem cita esse argumento, usa passagens como 1 João 2:27 “Quanto a vocês, a unção que receberam dele permanece em vocês, e não precisam que alguém os ensine (…)”.

Analisando este contexto, percebemos que João não estava desestimulando os crentes a deixarem de ser ensinados por outros homens de Deus. Ele estava apenas os alertando sobre o perigo de abandonar a verdade que haviam aprendido, para seguirem pessoas enganadoras.

“Quanto a vocês, cuidem para que aquilo que ouviram desde o princípio permaneça em vocês. Se o que ouviram desde o princípio permanecer em vocês, vocês também permanecerão no Filho e no Pai. E esta é a promessa que ele nos fez: a vida eterna. Escrevo-lhes estas coisas a respeito daqueles que os querem enganar” (1 João 2:24,26)

Sabemos que o Espírito Santo revelou o evangelho diretamente aos apóstolos, porém, eles deixaram escrito o Novo Testamento para as gerações futuras, e é nosso dever estudá-lo.

“Por isso, sempre terei o cuidado de lembrar-lhes estas coisas, se bem que vocês já as sabem e estão solidamente firmados na verdade que receberam. Considero importante, enquanto estiver no tabernáculo deste corpo, despertar a memória de vocês, porque sei que em breve deixarei este tabernáculo, como o nosso Senhor Jesus Cristo já me revelou. Eu me empenharei para que, também depois da minha partida, vocês sejam sempre capazes de lembrar-se destas coisas” (2 Pedro 1:12,15)

Se você ainda tem dúvida se precisa ou não estudar a Bíblia, faça essa reflexão: Como o Espírito Santo irá te lembrar do que Jesus disse, se você não ler a Bíblia? Lembre-se que quando Jesus foi tentado no deserto por Satanás, ele usou as Escrituras. O salmista também valorizava a importância de conhecer profundamente a Palavra. Ele disse:

“Com que purificará o jovem o seu caminho? Observando-o conforme a tua palavra. Com todo o meu coração te busquei; não me deixes desviar dos teus mandamentos. Escondi a tua palavra no meu coração, para eu não pecar contra ti” (Salmos 119:9,11)

Portanto, quando alguém lhe disser que a letra mata explique que ela mata mesmo. Ela mata o pecado da sua vida!

“Estude a Bíblia para ser sábio; Creia nela para ser salvo: Siga seus preceitos para ser santo” Billy Graham

A Bíblia/Letra/Estudo não mata, pois ela é Palavra viva – ela te vivifica, ela te liberta, ela te cura!

Estude a Bíblia e seja abençoado com a Palavra de Deus!

“Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para o ENSINO, para a repreensão, para a correção e para a instrução na justiça” (2 Timóteo 3:16)

5 – RAZÕES PARA LER A BÍBLIA: 

A Bíblia é a Palavra de Deus. Quando você lê a Bíblia, Deus fala com você. Tudo que Deus diz tem poder. Se você estudar a Bíblia com atenção, deixando Deus falar a seu coração, suas Palavras vão mudar sua vida.

2. Para ter vida, a Palavra é Alimento para Nossa Alma

“Jesus respondeu: “Está escrito: ‘Nem só de pão viverá o homem, mas de toda palavra que procede da boca de Deus’” (Mateus 4:4)

A Bíblia dá vida. Não basta cuidar do corpo; o espírito também precisa ser alimentado. Quanto mais você meditar na Bíblia, mais forte espiritualmente você ficará. A Bíblia fortalece seu relacionamento com Deus.

Pois é por meio da Palavra que recebemos umanova vida:

“Portanto, se alguém está em Cristo, é nova criação. As coisas antigas já passaram; eis que surgiram coisas novas!” (2 Coríntios 5:17)

À partir de então estamos mortos para o pecado e vivos para Deus!

“Pois sabemos que o nosso velho homem foi crucificado com ele, para que o corpo do pecado seja destruído, e não mais sejamos escravos do pecado; pois quem morreu, foi justificado do pecado. Ora, se morremos com Cristo, cremos que também com ele viveremos. Pois sabemos que, tendo sido ressuscitado dos mortos, Cristo não pode morrer outra vez: a morte não tem mais domínio sobre ele. Porque morrendo, ele morreu para o pecado uma vez por todas; mas vivendo, vive para Deus. Da mesma forma, considerem-se mortos para o pecado, mas vivos para Deus em Cristo Jesus” (Romanos 6:6,11)

Ela Alimenta Nossas Almas

Se o pão é o alimento do corpo físico, a Palavra de Deus é o alimento do corpo espiritual.

 “Jesus respondeu: “Está escrito: ‘Nem só de pão viverá o homem, mas de toda palavra que procede da boca de Deus’” (Mateus 4:4)

3. Alimentando Nossa Alma nos Faz Crescer Espiritualmente 

Como crianças recém-nascidas, desejem de coração o leite espiritual puro, para que por meio dele cresçam para a salvação” (1 Pedro 2:2)

E como já mencionado o estudo da Bíblia é essencial para o crescimento espiritual.

Pedro faz uma analogia entre a Palavra de Deus e o leite materno. Da mesma forma como um recém-nascido anseia pelo leite materno, sua fonte de alimento, o cristão deve ansiar pela Escritura. Pois se o leite materno auxilia o crescimento do recém-nascido, de igual modo a Escritura auxilia o “crescimento espiritual” do cristão. Esse leite (alimento) espiritual é útil para o crescimento espiritual, ou seja, para a maturidade espiritual. Pedro transmite novamente este conceito

Cresçam, porém, na graça e no conhecimento de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo. A ele seja a glória, agora e para sempre! Amém” (2 Pedro 3:18)

Onde ele exorta os cristãos de todos os tempos e épocas a crescerem “na graça e no conhecimento”, e esse crescimento só pode ser alcançado mediante a leitura e estudo da Palavra de Deus.

“Embora a esta altura já devessem ser mestres, precisam de alguém que ensine a vocês novamente os princípios elementares da palavra de Deus. Estão precisando de leite, e não de alimento sólido! Quem se alimenta de leite ainda é criança e não tem experiência no ensino da justiça. Mas o alimento sólido é para os adultos, os quais, pelo exercício constante, tornaram-se aptos para discernir tanto o bem quanto o mal” (Hebreus 5:12,14)

4. Para achar sabedoria e não caminhar enganado (Intelectualidade Espiritual e Discernimento)

“Tenho mais discernimento que todos os meus mestres, pois medito nos teus testemunhos” (Salmos 119:99)

Deus é o Dono de toda sabedoria. Sua sabedoria é maior que a sabedoria humana. A Bíblia está cheia de bons conselhos e ensinamentos, que podem lhe ajudar a agir com mais sabedoria.

“Os teus mandamentos me tornam mais sábio que os meus inimigos, porquanto estão sempre comigo. Tenho mais discernimento que todos os meus mestres, pois medito nos teus testemunhos” (Salmos 119: 98)

Aqueles que amam a Palavra de Deus sabem muito bem por qual caminho seguir na vida, e não caem nos mesmos erros que muitos estão caindo neste mundo.

Adquirimos Intelectualidade Espiritual e Discernimento!

Estudar a Bíblia é mais do que uma atividade intelectual, é também uma atividade espiritual pois envolve oração. E muita oração. Martinho Lutero (o reformador alemão do séc. XVI)costumava dizer sempre que “orar bem é a melhor parte dos estudos”. A leitura bíblica acompanhada de oração nos leva à espiritualidade. 

De fato, a intelectualidade e a espiritualidade não é uma via de duas mãos. Paulo em 1Co 14, diz que a mente (o intelecto) deve fazer parte da adoração e do culto

Então, que farei? Orarei com o espírito, mas também orarei com o entendimento; cantarei com o espírito, mas também cantarei com o entendimento” (1 Coríntios 14:15)

Hoje em dia, infelizmente, há uma supervalorização da espiritualidade em detrimento da intelectualidade. Boa parte dos cristãos atuais não são seres pensantes. E estes prestam cultos racionais ao Senhor. 

Culto Racional significa adoração consciente, com amor mas também com entendimento!

“Culto” significa adoração, veneração, dedicação. “Racional” se refere à razão, nossa capacidade de raciocinar.

“Portanto, irmãos, rogo-lhes pelas misericórdias de Deus que se ofereçam em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus; este é o culto racional de vocês” (Romanos 12:1)

Isso representa nossa mente, nossos pensamentos e nossa vontade. Por isso, culto racional significa adoração que vem de nossa vontade e nosso entendimento.

O culto racional não é apenas entendimento. Culto racional implica ação.Conhecimento sem ação não tem nenhum valor.

“Sejam praticantes da palavra, e não apenas ouvintes, enganando-se a si mesmos” (Tiago 1:22)

Conhecendo a verdade, precisamos submeter nossa vida a Deus, obedecendo a Seus mandamentos e nos entregar a Ele. Isso é verdadeira adoração.

Adorar a Deus com entendimento e sinceridade, através de tudo que fazemos, é nosso culto racional!

“Mas quem é espiritual discerne todas as coisas, e ele mesmo por ninguém é discernido; pois “quem conheceu a mente do Senhor para que possa instruí-lo? ” Nós, porém, temos a mente de Cristo” (1 Coríntios 2:10,16)

5. Para vencer o Pecado e ter Liberdade

“Como pode o jovem manter pura a sua conduta? Vivendo de acordo com a tua palavra” (Salmos 119:9)

Não é fácil resistir à tentação, mas a Bíblia mostra como você pode vencer. As palavras da Bíblia dão força e sabedoria para rejeitar o pecado e fazer o que é certo.

A lição trazida neste salmo é muito importante, pois ele nos indica que, para acertarmos na vida e corrigirmos nossa conduta, precisamos comparar a forma que temos vivido com as instruções da Bíblia Sagrada, pois ela dará o caminho certo a seguir.

“Guardei no coração a tua palavra para não pecar contra ti” (Salmos 119:11)

A Palavra de Deus liberta o homem dos maus caminhos dessa vida e de todas as mentiras que estão impregnadas neste mundo.

“Andarei em verdadeira liberdade, pois tenho buscado os teus preceitos” (Salmo 119:45)

O que é a liberdade para você? É poder fazer o que quer, a hora que quer, sem ninguém lhe impedir? E o que você tem feito, é realmente bom para si?

A Palavra do Senhor nos mostra que a verdadeira liberdade é não ser escravo do pecado!

“Jesus respondeu: “Digo-lhes a verdade: Todo aquele que vive pecando é escravo do pecado”(João 8:34)

Quando temos vícios pecaminosos, não temos domínio sobre nossos atos, mesmo que algo nos faça mal, não conseguimos parar de fazê-lo, pois nos tornamos escravos do pecado.

E sabe o que de fato nos libertará do pecado que nos causa mal? A Palavra do Senhor responde!

“Portanto, se o Filho os libertar, vocês de fato serão livres” (João 8:36)

É isso, o que acontece quando a pessoa se dedica aos estudos da Bíblia, querendo trazer Cristo para dentro do coração e vivendo por Ele.

O pecado perde o domínio sobre a pessoa!

“Portanto, fomos sepultados com ele na morte por meio do batismo, a fim de que, assim como Cristo foi ressuscitado dos mortos mediante a glória do Pai, também nós vivamos uma vida nova” (Romanos 6:4)

“E ele morreu por todos para que aqueles que vivem já não vivam mais para si mesmos, mas para aquele que por eles morreu e ressuscitou” (2 Coríntios 5:15)

6. Para encontrar esperança e ter plena felicidade 

“Pois tudo o que foi escrito no passado, foi escrito para nos ensinar, de forma que, por meio da perseverança e do bom ânimo procedentes das Escrituras, mantenhamos a nossa esperança” (Romanos 15:44)

Nos momentos de desânimo, tristeza e desespero, a Bíblia tem as palavras certas de consolo, que vão restaurar sua esperança. Até porque Jesus é a nossa esperança. A Bíblia encoraja e ajuda a superar os tempos difíceis. Através dela Deus dá força e ânimo. É como uma injeção de ânimo.

Jesus é a Felicidade do homem!

“Como são felizes os que andam em caminhos irrepreensíveis, que vivem conforme a lei do Senhor! Como são felizes os que obedecem aos seus estatutos e de todo o coração o buscam!” (Salmo 119:1,2)

Quem é que não está em busca de felicidade, não é mesmo?! O estudo da Palavra de Deus nos proporciona isso.

“Pois tudo o que foi escrito no passado, foi escrito para nos ensinar, de forma que, por meio da perseverança e do bom ânimo procedentes das Escrituras, mantenhamos a nossa esperança” (Romanos 15:4)

7. Aprendemos que Deus nos Ama e o homem toma ciência de que Deus cuida de nós

“Mas Deus demonstra seu amor por nós: Cristo morreu em nosso favor quando ainda éramos pecadores” (Romanos 5:8)

É por meio da Bíblia Sagrada, sabemos que Deus nos ama e que salva a nossa vida!

Deus não esperou que o ser humano abandonasse suas práticas pecaminosas para que se aproximasse Dele, mas, sabendo que isto é impossível ao homem, enviou a Jesus Cristo, nosso Senhor e Salvador, a fim de ser Ele uma oferta pelo nosso pecado, e assim nos reconciliar consigo mesmo.

“Tudo isso provém de Deus, que nos reconciliou consigo mesmo por meio de Cristo e nos deu o ministério da reconciliação, ou seja, que Deus em Cristo estava reconciliando consigo o mundo, não lançando em conta os pecados dos homens, e nos confiou a mensagem da reconciliação” (2 Coríntios 5:18,19)

Por que há tantas pessoas ansiosas e exageradamente preocupadas com seu futuro hoje em dia?

Porque ainda não sabem que Deus se preocupa conosco e supre nossas necessidades, todavia, temos que confiar Nele e confiar à Ele nossas vidas, seguindo suas instruções!

“Portanto eu lhes digo: não se preocupem com suas próprias vidas, quanto ao que comer ou beber; nem com seus próprios corpos, quanto ao que vestir. Não é a vida mais importante do que a comida, e o corpo mais importante do que a roupa? Observem as aves do céu: não semeiam nem colhem nem armazenam em celeiros; contudo, o Pai celestial as alimenta. Não têm vocês muito mais valor do que elas? Quem de vocês, por mais que se preocupe, pode acrescentar uma hora que seja à sua vida? “Por que vocês se preocupam com roupas? Vejam como crescem os lírios do campo. Eles não trabalham nem tecem. Contudo, eu lhes digo que nem Salomão, em todo o seu esplendor, vestiu-se como um deles. Se Deus veste assim a erva do campo, que hoje existe e amanhã é lançada ao fogo, não vestirá muito mais a vocês, homens de pequena fé? Portanto, não se preocupem, dizendo: ‘Que vamos comer? ’ ou ‘que vamos beber? ’ ou ‘que vamos vestir? ’Pois os pagãos é que correm atrás dessas coisas; mas o Pai celestial sabe que vocês precisam delas. Busquem, pois, em primeiro lugar o Reino de Deus e a sua justiça, e todas essas coisas lhes serão acrescentadas” (Mateus 6:25,33)

8. Respostas para várias áreas da vida do homem

“A verdade é a essência da tua palavra, e todas as tuas justas ordenanças são eternas” (Salmo 119: 160)

A Bíblia Sagrada tem instruções e respostas para todas as áreas da vida, e nos traz a verdade.

Tudo que está escrito Nela é o suficiente para que vivamos acreditando em Jesus e em Deus Criador de todas as coisas.

“No princípio era aquele que é a Palavra. Ele estava com Deus, e era Deus. Ela estava com Deus no princípio. Todas as coisas foram feitas por intermédio dele; sem ele, nada do que existe teria sido feito. Aquele que é a Palavra tornou-se carne e viveu entre nós. Vimos a sua glória, glória como do Unigênito vindo do Pai, cheio de graça e de verdade” (Joao 1:1,3,14)

“Jesus realizou na presença dos seus discípulos muitos outros sinais miraculosos, que não estão registrados neste livro. Mas estes foram escritos para que vocês creiam que Jesus é o Cristo, o Filho de Deus e, crendo, tenham vida em seu nome” (João 20: 30,31)

9. Através da Palavra de Deus o homem pode suportar sofrimentos

“Tribulação e angústia me atingiram, mas os teus mandamentos são o meu prazer” (Salmo 119: 143)

Dentre estes tantos motivos para ler a Bíblia, este aqui é um dos principais para qualquer um de nós, não é verdade?!

Nosso Senhor Jesus já deixou bem registrado em Mateus 7 que as tribulações dessa vida chegam para todos, mas como lidaremos com estas tribulações é que fará a diferença;

“Portanto, quem ouve estas minhas palavras e as pratica é como um homem prudente que construiu a sua casa sobre a rocha. Caiu a chuva, transbordaram os rios, sopraram os ventos e deram contra aquela casa, e ela não caiu, porque tinha seus alicerces na rocha. Mas quem ouve estas minhas palavras e não as pratica é como um insensato que construiu a sua casa sobre a areia. Caiu a chuva, transbordaram os rios, sopraram os ventos e deram contra aquela casa, e ela caiu. E foi grande a sua queda” (Mateus 7:24,27)

E aquele que ouve e pratica a Palavra de Deus é que resistirá melhor a estas fases.

“Se a tua lei não fosse o meu prazer, o sofrimento já me teria destruído” (Salmos 119:92)

10. Adquirimos Riqueza Espiritual 

“Para mim vale mais a lei que procede de tua boca do que milhares de ouro ou prata’’ (Salmos 119:72)

As vantagens de estudar a Bíblia é de grande riqueza espiritual, em tudo somos edificados(crescemos) e passamos a ter discernimentos(direções) das situações da vida.

A riqueza do cristão é o júbilo da presença de Cristo. Viver em Deus é mais valioso do que qualquer dinheiro e a Bíblia nos ensina como fazer isso, nos ensina como obter conhecimento a partir das escrituras sagradas.

“Peço que o Deus de nosso Senhor Jesus Cristo, o glorioso Pai, lhes dê espírito de sabedoria e de revelação, no pleno conhecimento dele” (Efésios 1:17)

11. Passamos a ter Maturidade Cristã e Maturidade Espiritual 

“Entretanto, falamos de sabedoria entre os que já têm maturidade, mas não da sabedoria desta era ou dos poderosos desta era, que estão sendo reduzidos a nada. Ao contrário, falamos da sabedoria de Deus, do mistério que estava oculto, o qual Deus preordenou, antes do princípio das eras, para a nossa glória. (1 Coríntios 2:6,7)

Os estudos bíblicos te proporcionará a ter uma Maturidade Cristã

O estudo bíblico é essencial para a maturidade espiritual.

Apesar de estarem na fé cristã a muito tempo, os cristãos hebreus não se tornaram maduros na fé. Eles deveriam ser mestres, mas não atentaram para isso. Perceba que o autor usa duas palavras com o mesmo sentido para reforçar uma ideia: 

“tendes, novamente, necessidade de alguém que vos ensine, de novo”. Os destinatários da carta precisavam que alguém lhes ensinasse de novo os “princípios elementares de Deus”. 

“Portanto, deixemos os ensinos elementares a respeito de Cristo e avancemos para a maturidade, sem lançar novamente o fundamento do arrependimento de atos que conduzem à morte, da fé em Deus, da instrução a respeito de batismos, da imposição de mãos, da ressurreição dos mortos e do juízo eterno” (Hebreus 6:1,2)

Como consequência dessa imaturidade, eles se tornaram como “necessitados de leite e não de alimento sólido”. O autor ainda completa:

“Quem se alimenta de leite ainda é criança, e não tem experiência no ensino da justiça. Mas o alimento sólido é para os adultos, os quais, pelo exercício constante, tornaram-se aptos para discernir tanto o bem quanto o mal” (Hebreus 5:13,14)

Então o que é maturidade espiritual? De acordo com Ef 4, nós nos tornamos maduros à medida que nos tornamos semelhantes a Cristo. E o meio pelo qual nos tornamos semelhantes a Cristo é através da leitura da Palavra de Deus e de seu estudo. É por isso que o autor diz que seus ouvintes eram “inexperiente na palavra da justiça”.

“até que todos alcancemos a unidade da fé e do conhecimento do Filho de Deus, e cheguemos à maturidade, atingindo a medida da plenitude de Cristo. O propósito é que não sejamos mais como crianças, levados de um lado para outro pelas ondas, nem jogados para cá e para lá por todo vento de doutrina e pela astúcia e esperteza de homens que induzem ao erro. Antes, seguindo a verdade em amor, cresçamos em tudo naquele que é a cabeça, Cristo” (Efésios 4:13,15)

O estudo bíblico é essencial para a eficácia (Qualidade/Virtude) espiritual

“Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a repreensão, para a correção e para a instrução na justiça, para que o homem de Deus seja apto e plenamente preparado para toda boa obra” (2 Timóteo 3:16,17)

13. A Bíblia é a Ferramenta do Cristão no Exercício da Evangelização 

“Procure apresentar-se a Deus aprovado, como obreiro que não tem do que se envergonhar, que maneja corretamente a palavra da verdade” (2 Timóteo 2:15)

A Bíblia é o único manual do cristão no trabalho do Senhor.

A Palavra de Deus é sagrada, e nós cristãos temos o privilégio de ter contato com ela em registros escritos. Com Ele, aprendemos a Palavra da verdade e do caminho do bem.

Ela é a arma usada pelo Espírito Santo, ela e a espada do cristão na luta pelo evangelho genuíno.

O Espírito Santo baseia toda a Sua força nas Palavras da Bíblia Sagrada, é como um escudo de proteção que o ajuda na proteção dos fiéis.

‘’Usem o capacete da salvação e a espada do Espírito, que é a palavra de Deus” (Efésios 6:17)

14. A Palavra te Ajuda a Cuidar e Governar Melhor a Sua Vida

“Como é feliz aquele que não segue o conselho dos ímpios, não imita a conduta dos pecadores, nem se assenta na roda dos zombadores! Ao contrário, sua satisfação está na lei do Senhor, e nessa lei medita dia e noite. É como árvore plantada à beira de águas correntes: Dá fruto no tempo certo e suas folhas não murcham. Tudo o que ele faz prospera! Não é o caso dos ímpios! São como palha que o vento leva” (Salmos 1:1,4)

A Palavra de Deus tem a capacidade de te auxiliar a cuidar e governar a sua vida? Se alguém está em busca de ajuda, a Bíblia nos recomenda a meditar na Palavra de Deus.

Meditar nas verdades bíblicas continuamente (de dia e de noite), deve ser uma realidade em nossas vidas. A partir desse posicionamento, tudo o que fizermos, prosperará.

Alcançamos isso quando permitimos que a Palavra de Deus seja nosso alicerce, dessa forma receberemos sabedoria para gerenciar nossas vidas. Ainda que estejamos passando por uma fase difícil, uma tempestade, devemos meditar na Palavra, porque nos trará luz e esclarecimentos.

“A tua palavra é lâmpada que ilumina os meus passos e luz que clareia o meu caminho” (Salmos 119:105)

A Bíblia é a chave para nos mostrar caminhos e destravar coisas em nossas vidas. A Palavra de Deus te ajudará a governar sua vida, a lidar com os problemas, com as dúvidas, e o mais importante, a caminhar para o que você foi chamado para ser.

Além disso, estudamos a Palavra, porque ao conhecermos a Jesus, passamos consequentemente a ter um profundo amor por Ele. Passamos a desejar conhecer, saber mais Dele e a Palavra testifica e ensina a respeito Dele. E, quanto mais O conhecemos, maior será o amor que temos por Ele. E o caminho para encontrar o coração de Deus, e desfrutar desse amor, é estudando a Palavra Dele que é viva e eficaz.

“Se vocês permanecerem em mim, e as minhas palavras permanecerem em vocês, pedirão o que quiserem, e lhes será concedido. Meu Pai é glorificado pelo fato de vocês darem muito fruto; e assim serão meus discípulos” (João 15:7,8)

15. Através da Leitura Bíblica Somos Transformados por Aquilo que Contemplamos

Ao lermos João entendemos que se a Palavra de Deus estiver em nós, nossos desejos passam a ser transformados. Eles deixam de ser egoístas e se tornam desejo pelas Palavras Dele. Isso gera em nós um anseio por aquilo que está no coração Dele, aquilo que Ele quer. A Bíblia deixa de ser simplesmente um livro, e se torna aquilo em que vivemos, que provamos.

E precisamos buscar viver dessa maneira, porque uma realidade da humanidade é que nós nascemos em pecado. Por causa disso, há em nós um desejo de cometer pecados. Esse é o desejo que provém da carne, porém, quando passamos a caminhar no Espírito, recebemos Dele desejo pelas coisas que são retas; as verdades descritas na Bíblia.

“Por isso digo: vivam pelo Espírito, e de modo nenhum satisfarão os desejos da carne. Pois a carne deseja o que é contrário ao Espírito; e o Espírito, o que é contrário à carne. Eles estão em conflito um com o outro, de modo que vocês não fazem o que desejam. Mas, se vocês são guiados pelo Espírito, não estão debaixo da lei. Ora, as obras da carne são manifestas: imoralidade sexual, impureza e libertinagem; idolatria e feitiçaria; ódio, discórdia, ciúmes, ira, egoísmo, dissensões, facções e inveja; embriaguez, orgias e coisas semelhantes. Eu os advirto, como antes já os adverti, que os que praticam essas coisas não herdarão o Reino de Deus. Mas o fruto do Espírito é amor, alegria, paz, paciência, amabilidade, bondade, fidelidade, mansidão e domínio próprio. Contra essas coisas não há lei. Os que pertencem a Cristo Jesus crucificaram a carne, com as suas paixões e os seus desejos. Se vivemos pelo Espírito, andemos também pelo Espírito. Não sejamos presunçosos, provocando uns aos outros e tendo inveja uns dos outros” (Gálatas 5:16,26)

Há uma guerra acontecendo constantemente em nosso interior: O desejo da carne e o desejo do Espírito. Quando permitimos que o Espírito Santo nos transforme através da Palavra de Deus uma grande quantidade de bons frutos é produzido em nós.

Ditas estas coisas, precisamos entender que devemos dizer não aos desejos da carne. O objetivo principal da Palavra de Deus é nos tornar parecidos com Cristo. A Bíblia é um agente de transformação de Deus. Ela e o Espírito Santo trabalham conjuntamente trazendo a mudança em nosso interior e em nossas vidas, o amor por Jesus nos torna parecidos com Ele.

“Tornem-se meus imitadores, como eu o sou de Cristo” (1 Coríntios 11:1)

Portanto, amar as Escrituras é amar Jesus. Ler a Palavra é buscar estar perto de Jesus, é querer ser parecido com Ele. E na medida que lemos a Bíblia, ela nos transformará naquilo que estamos desfrutando, gastando tempo. Seremos parecidos com Aquele que nos amou primeiro, que nos amou quando nós nem mesmo O conhecíamos. Esse amor nos tornará um povo que possui os frutos do Espírito.

“Quem tem os meus mandamentos e lhes obedece, esse é o que me ama. Aquele que me ama será amado por meu Pai, e eu também o amarei e me revelarei a ele” (João 14:21)

Dessa forma, nossa oração é para que as escrituras transformem os nossos corações e nossas mentes ao passarmos tempo com elas. Que consequentemente ao meditarmos nas escrituras, o amor pela Palavra de Deus cresça em nós, e o Espírito Santo possa abrir nosso entendimento, para que a Bíblia se abra a nós e se torne um prazer legítimo em nossas vidas.

6 – A FÉ!

A Fé do Crente em Deus, Principalmente dos Cristãos.

O crente em Deus sempre observa as circunstâncias com os olhos da fé. E o estudo biblico nos ajuda a aprimorar esse entendimento. Deus está nos detalhes, Ele sempre dá sinais na vida de crente! (CLICA AQUI e Veja o Testemuho Para Entender Melhor Sobre o Que São Estes Sinais)

A Bíblia é o único livro que você lê na presença do Autor. Deus é Onipresente (Ele está em todos os lugares)

Com a Bíblia você passa a ter experiência com o transcedental e isso responde aquela famosa perguntinha clichê “Mas, você não pode provar que Deus existe!” – O homem precisa entender que não é Deus que serve o homem e sim o homem que serve a Deus a criatura não é melhor que seu Criador. Deus não deixará de ser Deus se o homem deixar de crer na existência Dele. Deus não precisa se Auto provar para ninguém, porém Deus permite que você O experimente! Cada um tem seu particular com Deus. Deus não precisa ser provado, Deus é para ser experimentado!

Conhecer a Deus é pela Fé!

Quem não tem fé não ora, não conversa com Deus, quem não tem fé não se santifica, quem não tem fé não vê Deus sendo glorificado na sua vida, quem não tem fé não recebe Dom. Sem Fé e impossível agradar a Deus “Sem fé é impossível agradar a Deus, pois quem dele se aproxima precisa crer que ele existe e que recompensa aqueles que o buscam” (Hebreus 11:6)

A Fé é a Sabedoria divina que escreve na dor e no choro e ensina a humanidade a amar, a mudar de seus caminhos tortos…

“Não existe nenhuma religião, não existe nenhuma filosofia, onde o Ser mais Poderoso de todos, escolhe o sofrimento como movimento de se aproximar da Sua criação!”

A fé é tão fácil de carregar, não tem peso, ela é uma letrinha pequena é so um “F” e um “E”,onde é possível alcançar milagres mesmo se ela for do tamanho de um grão de mostarda. “Ele respondeu: “Por que a fé que vocês têm é pequena. Eu lhes asseguro que se vocês tiverem fé do tamanho de um grão de mostarda, poderão dizer a este monte: ‘Vá daqui para lá’, e ele irá. Nada lhes será impossível” (Mateus 17:20)

A Fé é uma ferramenta de Vitória. A Fé é a ciência do crente!

“Ora, a fé é a certeza daquilo que esperamos e a prova das coisas que não vemos. Pois foi por meio dela que os antigos receberam bom testemunho. Pela fé entendemos que o universo foi formado pela palavra de Deus, de modo que o que se vê não foi feito do que é visível. Pela fé Abel ofereceu a Deus um sacrifício superior ao de Caim. Pela fé ele foi reconhecido como justo, quando Deus aprovou as suas ofertas. Embora esteja morto, por meio da fé ainda fala. Pela fé Enoque foi arrebatado, de modo que não experimentou a morte; “ele já não foi encontrado porque Deus o havia arrebatado”, pois antes de ser arrebatado recebeu testemunho de que tinha agradado a Deus. Sem fé é impossível agradar a Deus, pois quem dele se aproxima precisa crer que ele existe e que recompensa aqueles que o buscam. Pela fé Noé, quando avisado a respeito de coisas que ainda não se viam, movido por santo temor, construiu uma arca para salvar sua família. Por meio da fé ele condenou o mundo e tornou-se herdeiro da justiça que é segundo a fé. Pela fé Abraão, quando chamado, obedeceu e dirigiu-se a um lugar que mais tarde receberia como herança, embora não soubesse para onde estava indo. Pela fé peregrinou na terra prometida como se estivesse em terra estranha; viveu em tendas, bem como Isaque e Jacó, co-herdeiros da mesma promessa. Pois ele esperava a cidade que tem alicerces, cujo arquiteto e edificador é Deus. Pela fé, Abraão — e também a própria Sara, apesar de estéril e avançada em idade — recebeu poder para gerar um filho, porque considerou fiel aquele que lhe havia feito a promessa. Assim, daquele homem já sem vitalidade originaram-se descendentes tão numerosos como as estrelas do céu e tão incontáveis como a areia da praia do mar. Todos estes ainda viveram pela fé, e morreram sem receber o que tinha sido prometido; viram-nas de longe e de longe as saudaram, reconhecendo que eram estrangeiros e peregrinos na terra. Os que assim falam mostram que estão buscando uma pátria. Se estivessem pensando naquela de onde saíram, teriam oportunidade de voltar. Em vez disso, esperavam eles uma pátria melhor, isto é, a pátria celestial. Por essa razão Deus não se envergonha de ser chamado o Deus deles, pois preparou-lhes uma cidade. Pela fé Abraão, quando Deus o pôs à prova, ofereceu Isaque como sacrifício. Aquele que havia recebido as promessas estava a ponto de sacrificar o seu único filho, embora Deus lhe tivesse dito: “Por meio de Isaque a sua descendência será considerada”. Abraão levou em conta que Deus pode ressuscitar os mortos; e, figuradamente, recebeu Isaque de volta dentre os mortos. Pela fé Isaque abençoou Jacó e Esaú com respeito ao futuro deles. Pela fé Jacó, à beira da morte, abençoou cada um dos filhos de José e adorou a Deus, apoiado na extremidade do seu bordão. Pela fé José, no fim da vida, fez menção do êxodo dos israelitas do Egito e deu instruções acerca dos seus próprios ossos. Pela fé Moisés, recém-nascido, foi escondido durante três meses por seus pais, pois estes viram que ele não era uma criança comum, e não temeram o decreto do rei. Pela fé Moisés, já adulto, recusou ser chamado filho da filha do faraó, preferindo ser maltratado com o povo de Deus a desfrutar os prazeres do pecado durante algum tempo. Por amor de Cristo, considerou a desonra riqueza maior do que os tesouros do Egito, porque contemplava a sua recompensa. Pela fé saiu do Egito, não temendo a ira do rei, e perseverou, porque via aquele que é invisível. Pela fé celebrou a Páscoa e fez a aspersão do sangue, para que o destruidor não tocasse nos fihos mais velhos dos israelitas. Pela fé o povo atravessou o mar Vermelho como em terra seca; mas, quando os egípcios tentaram fazê-lo, morreram afogados. Pela fé caíram os muros de Jericó, depois de serem rodeados durante sete dias. Pela fé a prostituta Raabe, por ter acolhido os espiões, não foi morta com os que haviam sido desobedientes. Que mais direi? Não tenho tempo para falar de Gideão, Baraque, Sansão, Jefté, Davi, Samuel e os profetas, os quais pela fé conquistaram reinos, praticaram a justiça, alcançaram o cumprimento de promessas, fecharam a boca de leões, apagaram o poder do fogo e escaparam do fio da espada; da fraqueza tiraram força, tornaram-se poderosos na batalha e puseram em fuga exércitos estrangeiros. Houve mulheres que, pela ressurreição, tiveram de volta os seus mortos. Alguns foram torturados e recusaram ser libertados, para poderem alcançar uma ressurreição superior. Outros enfrentaram zombaria e açoites, outros ainda foram acorrentados e colocados na prisão, apedrejados, serrados ao meio, postos à prova, mortos ao fio da espada. Andaram errantes, vestidos de pele de ovelhas e de cabras, necessitados, afligidos e maltratados. O mundo não era digno deles. Vagaram pelos desertos e montes, pelas cavernas e grutas. Todos estes receberam bom testemunho por meio da fé; no entanto, nenhum deles recebeu o que havia sido prometido. Deus havia planejado algo melhor para nós, para que conosco fossem eles aperfeiçoados” (Hebreus 11:1,40)

Os nossos antepassados venceram pela FÉ!

E mesmo para quem não tem fé ou não crê em Deus, Ele também te convida a conhece-Lo, Ele quer que você O Experimente!

Afinal, Deus é para ser experimentado!

7 – MEDO DO INFERNO! (?)

O Cristão Segue a Jesus Porque tem Medo de ir para o Inferno?

Outra alegação comum que descompromissados com o evangelho citam é que o Cristianismo é a Religião do Medo (?)

“Você ama a Deus ou tem medo de ir pro inferno?”

O ensinamento do medo pode funcionar muito bem com crianças:
“Não faz isso pq se não vai apanhar”
“Não faz aquilo porque Deus castiga
“Se desobedecer vai para o inferno”

Mas, não é assim com o Cristão, pois este não age como criança, e sim com amadurecimento espiritual a fim de desenvolver um relacionamento com Deus, isso é QUERER estar com Deus.

Não existe a fundamentação da fé no medo do inferno ou no medo das consequências dos seus erros. Sim, a condenação eterna existe e todo pecado tem consequências, mas essa não é a base da fé cristã. A nossa base e o Arrependimento sincero do coração é a mudança no modo de viver, é tentar ser melhor a cada dia mesmo sabendo que somos falhos humanos e totalmente passivo de erros.

Sabe o “ame a Deus acima de todas as coisas”?

É exatamente isso: O amor é nossa base. Não o amor pregado pelo mundo que aceita tudo, que se omite, mas o amor verdadeiro. Você obedece a Deus porque O ama mais do que sua própria vida e quer estar com Ele. O servimos não pelo que Ele pode fazer, mas pelo o que Ele É!

Sabe por que obedecemos seus ensinamentos? Porque O amamos. Porque mesmo que nosso amor por Ele seja falho, nós sabemos que Ele é nosso Salvador. Todos os dias sacrificamos nossa carne porque O amamos e queremos estar unidos com Ele.

Assim o amor em nós é totalmente verdadeiro para que tenhamos coragem no Dia do Juízo, porque a nossa vida neste mundo é como a vida de Cristo. Ele e o nosso exemplo, Ele é o nosso modelo.

No amor NÃO HÁ medo; O amor que é totalmente verdadeiro afasta o medo. Portanto, aquele que sente medo não tem no seu coração o amor totalmente verdadeiro, porque o medo mostra que existe castigo. Nós amamos porque Deus nos amou primeiro.

“Dessa forma o amor está aperfeiçoado entre nós, para que no dia do juízo tenhamos confiança, porque neste mundo somos como ele. No amor não há medo; pelo contrário o perfeito amor expulsa o medo, porque o medo supõe castigo. Aquele que tem medo não está aperfeiçoado no amor” (1João 4:17,18)

8 – COMO DEVEMOS ESTUDAR A BÍBLIA?

A primeira coisa que o estudante da Palavra de Deus tem que saber é que a Bíblia não provém de particular interpretação pois não foi produzida por vontade humana, mas homens Santos falaram inspirados da parte de Deus, inspirados pelo Espírito Santo.

Então, a Bíblia interpreta se a si mesma, a partir do momento que o homem tentar interpretar a Bíblia por conta própria, este não terá entendimento suficiente para discernir, pois não conseguirá observar espiritualmente e com certeza ele entenderá tudo errado.

Percebemos essas várias religiões que existem hoje no mundo, porque os homens estão interpretando a Bíblia, conforme a carne e assim acabam criando doutrinas de homens que Jesus condenou. “Este povo me honra com os lábios, mas o seu coração está longe de mim. Em vão me adoram; seus ensinamentos não passam de regras ensinadas por homens’” (Mateus 15:8,9)

A primeira observação que precisa ter é que a pessoa que é carnal não está no Espírito – “a mentalidade da carne é inimiga de Deus porque não se submete à lei de Deus, nem pode fazê-lo” (Romanos 8:7), e este (carnal) não aceita, não é sujeito a Santa lei de Deus pois a lei é espiritual “Sabemos que a lei é espiritual; eu, contudo, não o sou, pois fui vendido como escravo ao pecado” (Romanos 7:14)

As coisas de Deus se discernem espiritualmente “Quem não tem o Espírito não aceita as coisas que vêm do Espírito de Deus, pois lhe são loucura; e não é capaz de entendê-las, porque elas são discernidas espiritualmente” (1 Coríntios 2:14)

A análise e interpretação CORRETA das Escrituras é uma qualidade dos sábios. Essa qualidade e habilidade é dada pelo Espírito Santo “Mas quando o Espírito da verdade vier, ele os guiará a toda a verdade. Não falará de si mesmo; falará apenas o que ouvir, e lhes anunciará o que está por vir. Ele me glorificará, porque receberá do que é meu e o tornará conhecido a vocês” (João 16:13,14)

Para interpretarmos o texto bíblico devidamente, devemos contar com a ajuda do Espírito e fazer uma análise COMPLETA, avaliando não apenas o significado de termos no hebraico ou grego. Fazer só isso seria amadorismo, pois a análise de um texto não envolve apenas o significado gramatical, mas também o significado das palavras na estrutura da frase e NO CONTEXTO, onde elas se encontram. Isso quer dizer que a mesma palavra pode ter significados diferentes em contextos diferentes. Tem que verificar se aquele texto se trata de uma narrativa de um fato realmente ocorrido, tem que verificar se neste texto estas diante de uma Lei de Deus, temos que analisar passagens simbólicas com suas metáforas e se devemos considerar tal passagem de forma literal ou não.

(Metáfora significa: Figura de linguagem em que há uma transferência do significado de uma palavra para outra, por meio de uma comparação não explícita).

(Literal significa: Algo que reproduz exatamente, palavra por palavra, determinado texto ou trecho de um texto)

Portanto a Bíblia exige “ESTUDO”, pesquisas e não apenas leitura!

Devemos sempre ir recitar as sagradas escrituras com um coração humilde e uma mente aberta e sempre o mais importante fazer oração pedir a unção do Espírito santo para que Ele possa abrir seu entendimento. A ORAÇÃO É FUNDAMENTAL.

Cristão não apenas “Lê” – Cristão “Estuda”, vai atrás de traduções, fontes e referências. Estuda com olhos espirituais e não com os olhos da carne. É nessa linha de pensamento…

A pessoa que apenas Lê a Bíblia vê conforme a carne (por isso não entende) e o que Estuda vê conforme espírito (este e achega aos pés de Deus com o coração humilde)

Não leia a bíblia, como se fosse um livro de obrigações. Leia a Bíblia como se fosse uma carta que Deus escreveu para você.

A Bíblia devemos estudar constantemente!

LENDO A BÍBLIA EU ENCONTREI VÁRIOS ERROS, MAIS TODOS ELES ESTAVAM EM MIM!

Deus abençoe á todos!

Post a Comment