Footer Social Media


Filmes de super-heróis fazem sucesso entre todas as idades. Em geral, amamos suas histórias de superação e esperança. Ansiamos pelo triunfo da justiça e nos alegramos ao ver a resolução de grandes problemas da humanidade. 
https://drive.google.com/uc?export=view&id=1mZ0qLwwt6l5AgB4QJWpd7w3SMo28bqPC

São coisas pelas quais ansiamos na vida real, mas a verdade é que nem na ficção os super-heróis realmente salvam o mundo. Talvez livrem-no de um inimigo específico durante algum momento. Porém, logo outro vilão se levantará e eles precisarão trabalhar de novo. Isso enquanto as tragédias humanas do dia a dia continuam ocorrendo.

Na vida real, celebramos quando os jornais anunciam o fim de alguma situação injusta. Mas, da mesma forma, outros problemas continuam a acontecer. Conflitos familiares ainda existem na vizinhança, a violência prossegue na cidade e guerras ocorrem em países para os quais a mídia não dá muita atenção.

Seja na ficção, seja na realidade, um grupo de pessoas empenhado em uma grande batalha não salvará o mundo de fato. O problema do qual o mundo precisa ser salvo abrange todas as áreas da vida e envolve todas as pessoas. Ele continua a existir independentemente da ação de determinado vilão. Isto é: o que leva os vilões a serem vilões? O que faz as pessoas cometerem maldades contra outras? O que nos leva a agir de maneira egoísta diariamente? Podemos cortar esse mal pela raiz?

Há uma antiga história que responde essas questões:

Há uma predisposição para fazer o mal sendo transmitida a todas as pessoas ao longo das gerações: o pecado. Ele entrou na humanidade logo no início de nossa história. Essa é a grande tragédia da narrativa. 

Por causa dela, fomos separados do Deus justo e bondoso para o qual fomos criados e, por consequência, estamos condenados à morte.

Há, contudo, um personagem que veio pôr fim a esse problema: Jesus. Sendo Deus, ele se fez homem e teve uma vida humana com seus sofrimentos comuns. Jesus, porém, não tinha o pecado em si e, sendo puro e justo, pôde oferecer-se como sacrifício em nosso lugar, a fim de receber a condenação que nos pertencia. 

Agora, a todos que o recebem por meio da fé, ele traz perdão e restauração do relacionamento com Deus. Jesus está reconciliando e transformando pessoas, tornando-as parecidas com ele.

Sua obra de salvação foi tão poderosa que nem mesmo a morte pôde contê-lo! Por ter vivido de maneira justa, ela não era seu lugar. Jesus ressuscitou e abriu o caminho para todos nós.

A obra de restauração foi iniciada nos corações dos que creem. Um dia essa obra será manifestada de maneira completa, quando Jesus vier para estabelecer seu reino sobre a terra. Lá, ele porá fim a toda injustiça e sofrimento. Aqueles que o receberam viverão em paz para sempre, no relacionamento com o Pai. 

É por isso que os corações humanos tanto anseiam. Esse é o final feliz da grande história.

Há um herói que realmente salvou o mundo. Um que nos compreende e que se compadece de nós. Ele é poderoso para libertar-nos da grande tragédia que acometeu o mundo e para nos levar de volta ao nosso lugar, restaurando as coisas para a forma como elas deveriam ser. Sua salvação já está acontecendo e começa nos corações dos homens. Por isso, em seu coração, receba esta mensagem. Ela é poderosa para nos salvar.

Post a Comment